quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Wikipédia, é uma fonte confiável? - O Som da Verdade #19


A Wikipédia, é um projeto livre, da fundação Wikimedia, criado em 2001 por Jimmy Wales e Larry Sanger. Trata-se de uma coleção de muitas páginas interligadas (em cerca de 232 línguas) e cada uma delas construída de maneira coletiva sob a licença GNU (open source). O nome surgiu do termo wiki wiki, que quer dizer: rápido, ou veloz na língua havaiana.

Um assunto que sempre retorna as nossas conversas, é se a Wikipédia é confiável ou não. Seja na mesa do bar, ou na universidade, trata-se de uma dúvida recorrente.

Muitas vezes respondi esta dúvida simples, dizendo que assim como qualquer outro portal aberto para livre colaboração online, lá haviam várias regras a serem seguidas, bem como administradores responsáveis por fiscalizar e revisar conteúdos, denúncias e até vandalismos virtuais. Ou seja, não era tão simples como o clichê ouvido por aí: "Não é confiável, pois qualquer um pode editar".

Claro. Sabemos que "não é bem assim" pra alterar um conteúdo na página, ou pelo menos não era. Existem muitas regras, como podemos visualizar através deste link:

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que sigam as regras básicas estabelecidas pela comunidade, como por exemplo a verificabilidade do conteúdo ou notoriedade do tema. Dentre as diversas páginas de ajuda à disposição dos editores, estão as que explicam como criar, editar um artigo ou inserir uma imagem. A Wikipédia é uma "enciclopédia livre", onde qualquer internauta disposto a compartilhar informações pode fazer suas contribuições. É possível criar verbetes relativos a qualquer área de conhecimento.

Muitas pessoas questionam inclusive o termo enciclopédia usado pelo portal, para designar este projeto, pois acaba implicando certa responsabilidade que ela não tem, ou mesmo não pode garantir. Segundo as regras da Wikipédia, todas as informações contidas nos conteúdos precisam ser embasadas em fontes confiáveis, mas é aí que pode começar o problema. Quais fontes são confiáveis? De que maneira é feita a revisão e que critérios seus administradores utilizam para eventuais correções? Muitas vezes podemos notar que as regras valem para alguns artigos e para outros não!

A própria Wikipédia admite que ela não deve ser utilizada como fonte primária de investigação. Além disso, na sua seção “About Wikipédia”, ela adverte que os “utilizadores devem estar cientes de que nem todos os artigos têm a qualidade de uma enciclopédia, podendo conter informação falsa ou controversa”.

Um dos fundadores da Wikipédia: Larry Sanger, também já disse que ela não é muito confiável. Para exemplificar, ele citou que há muita dificuldade na gestão de conteúdo e que já ocorreram uma série de escândalos por lá, entre estes, podemos citar uma guerrinha de funcionários da Apple e da Microsoft, um mudando artigos da empresa do outro.

É inegável que o projeto é muito bom e que já contribuiu muito com o conhecimento na internet, trouxe inclusão e acessibilidade de informações, é um dos dez sites mais visitados do mundo e contém mais de 6 milhões de verbetes e definições, porém a imprecisão e o método utilizado para edição de conteúdos, são os principais problemas da Wikipédia e um dos fatores que levaram a um dos fundadores abandonar o projeto.

Ele criou o site Citizendium, que ainda é realizado com contribuições dos usuários mas, esclarece Sanger, o diferencial é a constante monitoração feita por um grupo de especialistas e professores universitários, o que realmente faz toda a diferença.

Seguem abaixo os principais fatores para não se confiar na Wikipédia:

- Falta de verificação dos fatos sobre temas especializados;
- Parcialidade e conflitos de interesse;
- Disputas científicas e políticas;
- Exposição a agentes e advogados políticos;
- Patrulhamento ou higienização de artigos;
- Edição por recompensas financeiras;
- Conflitos envolvendo criadores de políticas do site;
- Tendenciosidade sistêmica;
- Tendenciosidade liberal (inclinações ideológicas);
- Anonimato dos editores;
- Nível do debate, guerras de edição, guerras de ofensas e assédio;
- Expansão da autoridade de administrador e abusos;
- O número de editores ativos na Wikipédia não tem crescido;
- A contribuição por parte de colaboradores ocasionais tornou-se mais complicada.

Fatos no Brasil:

É bom relembrar alguns casos recentes de pessoas que tiveram problemas com seus perfis na Wikipédia:

1) A rede de internet do Palácio do Planalto foi usada para alterar os perfis, no site Wikipédia, dos jornalistas Carlos Alberto Sardenberg e Miriam Leitão. Veja aqui mais informações sobre o caso.

2) Várias alterações incorretas foram feitas na biografia de Juremir Machado Jornalista gaúcho. Veja aqui mais informações sobre o caso.

3) Várias alterações negativas foram realizadas no perfil biográfico do ministro Gilmar Mendes. Veja aqui mais informações sobre o caso.

4) O perfil biográfico do Filósofo Paulo Ghiraldelli, foi apagado da Wikipédia após votação interna de alguns wikipedistas, onde o motivo alegado é plenamente pessoal e que fica evidente ao ler os argumentos. Veja aqui mais informações sobre o caso.


O que todos estes casos acima têm em comum? Simples: Motivos ideológicos.

Infelizmente, a Wikipédia não é mais uma fonte confiável.

E por fim, para que haja o devido destaque, os editores que possuem as famas mais negativas na Wikipédia e inclusive envolvimento nos casos citados acima, são:

Yanguas, que se diz Jornalista e Chico Venâncio. Basta fazer uma rápida pesquisa na internet para saber e constatar suas inclinações ideológicas em suas edições.


Autor: Fábio Fleck (Filosofia Hoje)

Nenhum comentário:

Postar um comentário