domingo, 12 de janeiro de 2014

Rolezinho. Você sabe do que está falando?

Ainda não vou apresentar todos meus argumentos acerca deste novo tipo de movimento social autointitulado "Rolezinho" que tem chocado a velha classe média. Porém lhes trago dois textos para refletirmos sobre o assunto. O primeiro escrito pelo Nassif usa de ironia do início ao fim, até pq boa parte de seu público deve ser de classe média e não ta gostando nem um pouco de ter "seu templo violado pelos pobres." (com já foi dito pela patética Rachel Sheherazade). Já o segundo  texto escrito por Bruno Cava é mais profundo, porém limita sua análise ao racismo, eu vejo algo maior: fascismo e luta de classes. O perigo para a velha classe média não é nós sermos negros(mulatos, cafuzos e mestiços), mas sim de nós serem pobres e periféricos. Já que vivemos num sistema liberal e hoje temos em nossa maioria salário, emprego e crédito (ainda que de baixo calão), pagamos nossos impostos e tudo mais que os coxinhas das elites sem se orgulharam... Vamos invadir os Shoppings! Vamos visitar os bairros nobres! Vamos passar com a família nos melhores parques e praças! Vamos desfrutar do luxo, do entretenimento e do lazer que os "nobres" sempre arrogaram pra si como exclusividade. E esse papinho de "nova classe média" tirem isso da cabeça, queremos ser nos mesmos, os periféricos, temos nossa cultura e nosso jeito de viver tão dignos quantos os deles. Rolezinho é só o princípio, é a afirmação da maioria(Minoria são as elites) que cansou de ser oprimida.
(Filósofo Fábio Goulart da página +Filosofia Hoje  )

Texto 1http://jornalggn.com.br/noticia/o-racismo-e-os-rolezinhos-nos-shoppings-de-sp 
Texto 2: http://www.quadradodosloucos.com.br/3994/rolezinho-e-acao-afirmativa-contra-racismo/  


Nenhum comentário:

Postar um comentário