terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Opinião sobre a morte do Esqueitistas no Bairro Rubem Berta em Porto Alegre

Já entendi a mentalidade da EPTC, É claro que essa rua não é e não pode ser de lazer, Pois ela fica no Rubem Berta e Rubem Berta é bairro de pobre, pobre pra eles não tem lazer - tem trabalho. Pra eles pobre que não trabalha é vagabundo, é bandido e bandido bom é bandido morto. Não sei como não falaram das hipotéticas passagens do mesmo pela FASE. Segundo o que disseram é culpa é do guri que tava sem capacete e não tava numa pista autorizada, mas dai eu pergunto, morei 20 anos no Rubem Berta, um bairro de 100mil pessoas aglomeradas em casas pobres e apartamentos de COHAB, não me lembro de pistas de skate por lá, na verdade tem muitas ruas que nem asfalto possuem. Pelo visto a morte do guri foi em vão, a rua só será de lazer se for transportada para o bairro Higienópolis. Pra mim está evidente: O que precisa mudar é a mentalidade das autoridades, não a dos esqueitistas.
(Filósofo Fábio Goulart da página Filosofia Hoje)


Para ler a notícia do fato clique aqui: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2014/01/rua-onde-skatista-morreu-apos-colidir-em-kombi-nao-e-de-lazer-diz-eptc-4382448.html?fb_action_ids=684303661613778&fb_action_types=og.recommends&fb_source=other_multiline&action_object_map=%5B195158697356508%5D&action_type_map=%5B%22og.recommends%22%5D&action_ref_map=%5B%5D


Nenhum comentário:

Postar um comentário