sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Ninfomaníaca de Lars von Trier - Crítica aos "críticos"

Hoje estreia nos cinemas de todo Brasil o filme “Ninfomaníaca” do diretor cineasta dinamarquês Lars von Trier. Porém a única coisa que realmente me chamou a atenção neste filme foram as críticas, pra ser mais preciso: “os críticos”, aqueles que se julgam “a elite intelectual”. Muitos dos “críticos” que estão glamurizando o filme são os mesmos que vivem reclamando da “putaria” nas novelas, no bbb, na música pop, na internet, no 50 Tons de Cinza e no cinema Mainstream. Isto pra mim significa duas coisas: (primeiro) O quanto é ingênua e conservadora a visão sobre o sexo por parte desta elite, nem podem ver um piroca nas telas que já ficam impressionados. (segundo) Até no sexo eles quere arrogar para sim uma superioridade em relação a massa, se isso não for um flerte com o fascismo, certamente é um traço de insanidade. Quer saber a real diferença entre a novela das nove, o 50 Tons de Cinza, a Gaiola das Popozudas e o filme Ninfomaníaca??? Simples: O público alvo. Tudo é indústria, tudo é mídia. Sempre desconfio de quem arroga qualquer superioridade de uma forma de entretenimento sobre as outras. A arte verdadeira está bem longe disso tudo.
(Filósofo Fabio Goulart da página Filosofia Hoje)


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Certas artes são consideradas mas sofisticadas porque são mais "livres" e sofrem menos apelação em relação a concorrência. É o que ocorre com a tal superioridade do cinema em relação a TV.
    Certamente, o cinema é mais sofisticado e profundo, generalizando bastante.
    No entanto, a TV tem mais alcance e influência, logo, procura agradar a mentalidade das massas, ao mesmo tempo que evidencia o que realmente a mentalidade das pessoas querem ver e pensar.
    Historicamente, a TV tem muito mais importância, como evidência da mentalidade das pessoas e participante ativo do cotidiano das pessoas em seu tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua opinião mostra bem o que eu penso. Pq arrogar superioridade ao cinema sobre a tv(por exemplo) se essa acaba justamente por influenciar muito mais? Vc toca na questão da "liberdade de criação", mas isso se dá somente por causa do publico alvo e da captação de investidores, ou seja, é indústria também, também faz parte do jogo, tudo já foi calculado previamente.

      Excluir