sábado, 5 de outubro de 2013

Assistencialismo ou Negligência ?

Adorno com muita sutiliza percebeu que aqueles que mais contemplam o sucesso nos negócios e o prestígio financeiro são justamente os que nunca terão isso em função de sua condição social. No entanto, além de terem este traço masoquista, de amor e apego ao sistema econômico que o subjuga, este grupo de losers (perdedores) ainda por cima são sádicos: querem ver aqueles grupos abaixo deles na escala social padecerem. Por isso são contra programas assistenciais. É claro nenhum programa assistencial promove a emancipação. Mas a curto prazo funcionam como medidas paliativas. Preferimos sem dúvida que o Estado erre por promover a saciedade, do que erre permitindo a proliferação da fome (morte por inanição), isso não deve ser espantoso, independente do posicionamento político: é inteligência moral pensar assim. (Filósofos Jeverton Soares Dos Santos & Fabio Goulart– Da página Filosofia Hoje )
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Totalmente de acordo. É claro que a imensa maioria dos programas de assistência social pelo mundo, principalmente no Brasil, são puramente eleitoreiras, para ganhar o voto. O certo mesmo obviamente seria criar um mercado de trabalho em condições para que o trabalhador pudesse arranjar algo digno. Mas, para quem está a passar fome, não interessa qual a finalidade do programa, o que interessa é pôr algo na panela. Acho totalmente desumano quando dizem que tem que acabar com o bolsa-família e já está, como se ninguém fosse morrer de fome amanhã. Quem diz isso é quem nunca passou fome na vida, só pode. Detesto o Collor e a mulher dele, furtaram-no milhões mas, se não fosse a antiga LBA deles, eu e mais alguns milhares no tempo dele na presidência já teríamos sucumbido e deixado esta vida. Sim, fomos explorados e chantageados fartamente nas malditas propagandas dele, isso eu já sabia naquele tempo mas a vida humana está em primeiro lugar. Se se incomodam tanto com as migalhas deixadas pelo saque ao erário público para os pobres, então parem de serem tolos e acreditarem nos políticos como deuses e de votar em gatunos.

    ResponderExcluir