terça-feira, 6 de agosto de 2013

100 pessoas morrem de gripe por mês.

As ideologias neoliberais, que reduzem a vida em mera força de trabalho, se manifestam até mesmo numa propaganda de medicamento contra gripe. Nessa propaganda, a atriz Cleo Pires fala que "A NAÇÃO CORISTINA D NÃO PODE PARAR POR CAUSA DE UMA GRIPE". Ela define essa nação como aqueles que trabalham, estudam e que batalham, mas que não podem parar. No entanto, é assustador o índice de pessoas que morrem todos os anos por causa de "gripe" no Brasil, conforme o link que segue abaixo. Pessoas que se "parassem" para irem ao médico ou que considerassem suas vidas mais importantes do que o trabalho, certamente não estariam nesses índices de morte por gripe. Há também outro aspecto interessante nisso tudo: aqueles que defendem que trabalhar é uma virtude, geralmente são os menos virtuosos. http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/saude/noticia/2009/07/30/100-pessoas-morrem-de-gripe-comum-por-mes-em-pernambuco-195047.php (Filósofo Jeverton Soares Dos Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário