quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Asilo Político para o Criador do Wikileaks - O Som da Verdade #6

Os donos do mundo estão novamente em polvorosa, por causa do conhecido esquerdismo latino-americano dispendido nas causas de injustiças.

Em meados de 1814, há muito tempo atrás, um punhado de mocinhos iluministas e defensores de leais virtudes procuravam estabelecer algumas regrinhas políticas básicas na Europa. Eles criaram o chamado Congresso de Viena e fizeram um tratado ali.
Esta conferência entre embaixadores das grandes potências mundiais, aconteceu principalmente no intuito de restaurar a situação política anterior à Revolução Francesa e buscava equilíbrio entre as nações bem como alguns limites para certos tipos de politicas internacionais, para evitar incidentes diplomáticos e aproximar os países .

Mas parece que o Velho Mundo, andou esquecendo isso e também o motivo disso ter ocorrido.

Recentemente um jovem australiano chamado Julian Assange, criou um portal de denúncias internacionais, o WikiLeaks, responsável por inúmeros vazamentos de provas, incriminações, documentos sobre muitas nações e suas praticas erradas.

O site foi criado em 2006, mas somente em 2010 quando eles começaram a falar sobre os EUA eles tiveram uma repercussão amplamente negativa e por que será?

Por que o Tio Sam não perdoa ninguém que cruze seu caminho com intenções duvidosas.
Após o vazamento de documentos sobre possíveis crimes de guerra cometidos no Afeganistão e no Iraque pelo Exército dos Estados Unidos, sua fama cresceu.

Assange perdeu a cidadania sueca, foi acusado de estupro e abuso sexual e a Interpol o colocou em sua lista de procurados, foi também submetido à prisão domiciliar, podendo sair apenas durante o dia e sendo obrigado a usar uma tornozeleira eletrônica que monitorava todos os seus movimentos. Mesmo assim, Assange conseguiu entrar na embaixada do Equador em Londres, onde conseguiu asilo político.

Porém, o governo do Reino Unido ameaçou, por carta, invadir a embaixada e retirar ele à força de lá. A crise diplomática segue sem resolução, mas é mesmo um absurdo que eles façam isso. O simples fato de mencionar a possibilidade de uma invasão, já é um desrespeito sem igual. Depois de tudo que fizeram, transformando o mundo em Colônia, transformando a América Latina em terra reserva, desrespeitando os tratados, leis e  até mesmo a ONU, estabelecendo o inglês como a língua oficial do mundo e criando seu sucessor de mesma proporção: Os Estados Unidos, O ReinoUnido ainda quer mais.

É difícil imaginar quando e onde isso vai parar, mas tudo tem limite, não basta ser um excelente país desenvolvido, é necessário ter respeito e tratar os demais países de maneira igual. Julian simplesmente não pode sair, pois caso faça isso,  irão deportá-lo para os EUA, onde provavelmente será preso, torturado, ou enviado para Suécia.

Onde estão as provas dos crimes cometidos? 
Ou será que ficaram irritados, com as denúncias e resolveram forjar uma situação de vingança?
Até quando quem falar a verdade será punido e quem mentir será exaltado?
E até quando a história será reescrita pelos donos do Mundo?

Acesse: http://wikileaks.org/e tire suas próprias conclusões à respeito do objetivo do site.
  
Autor: Fábio Fleck
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Falar a verdade é crime, Lutar pela verdade é crime, Só a mentira prevalece, Os poderosos mentirosos e manipuladores do mundo.

    ResponderExcluir