segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Feliz Natal e Boas Compras

Pois no final das contas...
 acho que é isso que realmente importa para a maioria das pessoas.
Quando encontrar o tal “espirito de natal” à venda,
favor me informar quanto é que custa.

Se Refletiu, COMPARTILHA!

Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Nossa cara, a sociedade está um lixo. Ninguém mais se importa com valores, e sim com bens materiais, colocando isso acima da família e amigos. Obrigado por me fazer refletir. Estou postando isso no facebook agora mesmo, para semear essa ideia.

    ResponderExcluir
  2. Valeu Gustavo André ! este é o verdadeiro espirito!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por compartilhar seus pensamentos.
    Já tinha refletido sobre isso, infelizmente é o consumismo extremo que existe no mundo.
    O que se pode fazer é conscientizar e tentar seguir o verdadeiro sentido do natal.

    ResponderExcluir
  4. Bela crítica.

    E pensar que há uns 70 anos papai noel não era vermelho...

    Viva Coca-Cola.

    ResponderExcluir
  5. Ele era verde.
    Ele era o link! xDD

    Mas hoje é dificil vc combater o impacto visual e enraisado do Papai Noel vermelho. Nego nem sabe que tudo isso é puro marketing

    ResponderExcluir
  6. Refleti:
    1) O natal não tem nada a ver com a morte de cristo, mas sim com o nascimento;
    2) A idéia pro trás da imagem é muito vaga, pode ser desde "cristo nos redimiu para o consumo" até "olha que ofensa contra os cristãos";
    3) O autor apelará: "alguns entenderam, o trabalho foi feito". Se o trabalho dele é convencer os já convencidos de que as pessoas consomem irrefletidamente, não precisaria postar isso por aqui. Se o trabalho era convencer os não convencidos, um texto seria melhor;
    4) Depois, o Facebook e os sítios de notícias são produtos que consumimos, tanto quanto os presentes que compramos. Eles são mantidos pelas propagandas interessantes (algumas) nas quais clicamos. As grandes marcas anunciam em sítios de grande volume de acesso. Para nós clicarmos nas propagandas eles têm de oferecer recursos interessantes, por exemplo, um meio pelo qual possamos veicular nossa opinião. Portanto, cada vez que postamos nesses sítios, estamos consumindo um produto. Vocês já pensaram nisso? Se não, consumiram um produto irrefletidamente.

    ResponderExcluir
  7. Uma pena mesmo que esse espírito se perdeu. Hoje tudo é motivo pra comércio, os verdadeiros valores nem existem mais nessas datas.
    Algo me diz que a Coca-cola copiou o Papai Noel vermelho da empresa White Rock xD
    Mas foi graças à Coca que o Noel é vermelho '-'

    ResponderExcluir
  8. Ótima reflexão Eduardo Santos ! Gustavo Santin eu realmente não sabia que foi por causa da coca-cola que papainoel ficou vermelho :O Banksy é um artista de rua, um niilista que na verdade não luta contra nada, pois é niilista... sua arte critica as principais convicções e valores da sociedade tradicional... conta a lenda que é filho de um grande empresário da Inglaterra e que nunca precisou trabalhar, por isso se tornou um grande crítico do sistema, mas isso é só lenda... Banksy nunca deu as caras por ai... na verade ele é só uma ideia, não é um homem Suas ideias são vagas, pois o que ele faz é arte, se fossem ideias claras seria filosofia, se fosse provado seria ciência, se fosse verdade absoluta seria religião...mas é arte. quanto a postar isso num site de vídeo games ( www.wii-brasil.com ), não vejo lugar mais próprio afinal este é um mercado de consumo capitalisticamente perfeito, é um mercado que gera novas necessidades de consumo a cada semana... e gamers não costumam ser ignorantes... muitos se rotulam "viciados"... mas nunca alienados pelo consumo

    ResponderExcluir
  9. lol, adorei as "reflexões" do Eduardo

    mas não sei pq reclamam, ninguém sabe quando precisamente jesus nasceu, o natal é apenas uma festa pagã "incorporada" pela igreja, que posteriormente foi incorporada pelo capitalismo (e agora as pessoas PAGAm bastante pelos presentes de natal )


    ps: ignorem a tentativa de piada. eu sei, foi pessima

    ResponderExcluir
  10. Eu não sei o que é pior esses valores cristãos hipócritas ou consumismo em si. Eu acho que o consumismo pelo menos movimenta a economia.
    Até porque o verdadeiro espirito do Natal deveria ser algo inerente ao ser humano durante todo o ano.

    ResponderExcluir
  11. Ah, a imagem é do(s) cara(s) que desenhou (desenharam) o jovem atirando flores... Eu acho os trabalhos dele(s) particularmente incômodos; talvez essa seja a intenção dele(s) e talvez também seja bom.

    Não concordo com as noções de arte e ciência que você descreveu. Imagino que haja estilos que não permitam, ou permitam secundariamente, revelar apenas um conjunto de idéias vagas. Corrija-me se estiver eerado mas o Realismo/Naturalismo na literatura é um exemplo disso.

    Quanto à ciência... Basta olhar para a Física Quântica. Não temos nada provado aí, apenas conjecturas.Também discordo de sua noção de filosofia (até agora chamei de noção porque não sei se você tentou definir alguma delas); depois de tanto tentar ler o prefácio da Fenomenologia do Espírito eu percebi que tem muitas coisas que não são muito claras em filosofia. Obviamente os melhores autores são os mais claros e a melhor filosofia é a feita de forma mais honesta.

    "um niilista que na verdade não luta contra nada, pois é niilista"

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Ri minhas tripas!

    ResponderExcluir
  12. Eduardo... foi bom que vc tocou na questão das definições que falei sobre filosofia, arte e ciência... são de senso comum... A filosofia até o século XX sempre quis ser a "luz da razão", sempre buscou desvelar o velado e dar fundamentos as crenças A Fenomenologia do Espírito de Heggel citada é exatamente esta tentativa baseada na lógica e ontologia; física, e moral ... Hoje a filosofia se divide basicamente em especulativos lógicos ( adeptos a epistemologia contemporânea) , especulativos da Hermenêutica (ligados a tradição clássica e a filosofia continental) e bem como vc citou em relação as artes, também há uma pequena corrente de Naturalistas que defende submissão da filosofia em relação as ciências naturais eu me sou um "filosofo da vida cotidiana"... meu ponto de partida é sempre o senso comum, por isso eu fico exatamente no meio do caminho entre a Hermenêutica e o Naturalismo... Não tenho definição sobre "o que é filosofia" até escrevi um texto sobre isso no meu site... se quiser ler, este é o link http://www.filosofiahoje.com/2011/11/o-que-e-filosofia-5-textos-nenhuma.html ... quanto a ciência a coisa é mais simples, para ser cientifico algo necessita o aval de determinada comunidade cientifica... por isso a física quântica pode entrar nesse nicho mesmo sem comprovação experimental Já arte o papo é ainda mais complexo, varia muito de corrente pra corrente, mas eu acredito que "o artista é aquele que usa a mentira para falar a verdade"... por isso julgo que toda produção humana que tenha valor estético e que possa gerar sensações e incômodos nos indivíduos seja arte... mesmo algumas peças publicitarias e jogos de video game, pra mim são arte. mas isso é minha opinião. FELIZ NATAL!

    ResponderExcluir
  13. Fabio Goulart e Eduardo Santos me dão muita credibilidade.
    concordo c/ tudinho

    ResponderExcluir
  14. Ninguém sabe se Jesus nasceu realmente no dia 25.O que se sabe é que líderes cristãos, em 336, definiram a data de 25 de dezembro na tentativa de camuflar uma festa popular pagã (Orgias) romana, que comemorava Natalis Solis Invincti, ou "Aniversário do Invencível Deus do Sol", no solstício do inverno. Os cristãos consideram esse dia sagrado não pelo mesmo motivo que os pagãos, que festejam o nascimento do sol, mas por festejarem aquele que os criou".

    Ou seja, a Igreja é extremamente hipocrita também, é como se ela própria tivesse o próprio mercado pelo qual competir. Não sei o que é pior, a religião tentar pagar de santa e tudo mais ou o consumismo. Ao menos, o consumismo não se camufla tanto quanto a religião.

    ResponderExcluir