sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

3.4.1 HABILIDADES DE INVESTIGAÇÃO



A investigação é a prática autocorretiva. Um simples comportamento não

pode ser chamado de investigação, primeiramente é necessário que a autocorreção

seja aplicada para que um comportamento se torne uma investigação:

                                                “A criança que tenta adivinhar para onde foi a bola – talvez para debaixo do

                                             sofá, talvez para traz da televisão – está envolvida em considerar alternativas,

                                            constituir hipóteses, testar e outras formas de comportamento que

                                            gradualmente poderão ser reconhecidas como “inteligentes”.(LIPMAN, 1995,p. 65)

Tal como outras habilidades a investigação possui vários níveis e ao longo da

vida do indivíduo pode ser que ocorram muitas diferenças de grau, mas poucas de

espécie. Através dessa habilidade a pessoa aprende associar suas atuais

experiências com tudo que já aconteceu em sua vida e com aquilo que espera que

aconteça. Assim sendo é através da investigação que podemos explicar e prever,

identificar causas e efeitos, atos e suas consequências, meios e fins, etc.




 
Este texto faz parte do trabalho chamado “Crítica a Escola” escrito por mim, Fabio Goulart. Para fazer o Download do trabalho Completo CLIQUE AQUI. Todos os dias será postado um novo texto deste trabalho aqui no site! Boa Leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário